7 de mai de 2010

Exposição AQUAS





ATENÇÃO - OHS!
Aviso Aquas.

Cada um de nós pode ter notado que quando vemos uma verdadeira obra de arte nós involuntáriamente exclamamos oh! com admiração. Este oh! significa uma reduzida variação de Oh! que lindo! Oh! como é maravilhoso! Oh! como é bárbaro!
Fizemos tal exclamação porque a obra nos influenciou emocionalmente. Sim, toda obra carrega em si uma certa carga emocional. Como se sabe, teoricamente toda e qualquer carga pode ser medida. E este óhmetro serve para medir com precisão a quantidade da carga emocional.
A unidade de medição é o oh. Em algumas obras temos cem ohs, em outras milhares, e ainda em outras não mais que dez.
O óhmetro já existiu a milhões de anos, com muita eficácia em uma extinta civilização chamada Sigma 3. O motivo da ascensão e queda dessa civilização vocês só conhecerão se estiverem dispostos a ler todo o conto de Vladlen Bakhnov, o que é altamente recomendável pelo coletivo opioptico. O que podemos adiantar é que o óhmetro foi fundamental nesse desenvolvimento, e também é nessa exposição.

Em um profundo estudo de grupo do nosso trabalho, percebemos que toda obra, e mesmo todas as coisas, possuem uma vibração, que muitas vezes é imperceptível aos olhos humanos e outras vezes é muito clara, falando em arte, podemos citar como exemplo um quadro, ele foi pintado a muito tempo, foi colocado nele toda a carga emocional do artista, e mesmo sendo bem cuidado ele vai se desgastando, se modificando, está em constante vibração, duelando com o tempo pela sobrevivência, assim são todas as coisas.
Aquas se propõe a exteriorizar essas vibrações imperceptíveis em suas telas móveis, e com a ajuda do óhmetro podemos garantir a mínima partícula de vibração.
Nós do opioptico desejamos que você vibre seus músculos lentamente nessa exposição, e esperamos sinceramente que a terra não seja extinta.
Não é essa a nossa intenção.

Algumas fotos da exposição, na galeria AVEStruc:


 

 







Ficha Técnica: Equipe "Aquas"
Alexandre Venera - Visual/Programação
André Augusto Venera - Pesquisas  Audio/Visual
Gláucia Maindra - Fotografia
Juliana Teodoro -  Visual Mixagens/Edição

Agradecimentos especiais as contribuições fotográficas de:
Alessandra Teodoro
Amanda Machado 
Ana Paula Teodoro
André Augusto Venera
Gabrielle Helena Ennulate
Gláucia Maindra
Lídia Shefler
Maicon Teodoro
Mauricio Amancio
Moisés Teodoro
Nelsa de Souza
Orlando de Souza

Agredecimentos especiais:
Sueli de Souza e todos os visitantes da exposição que contribuiram interativamente para essa realização